Slow Food: Uma Nova Tendência Na Gastronomia

Conheça mais sobre o movimento que está trazendo mais qualidade para os apreciadores da boa culinária

Por: Luciana Almeida

Diante a vida corrida que levamos hoje em dia, é quase impossível ter uma alimentação saudável e tranquila. Isso acontece com a maioria das pessoas que tem uma rotina diária bastante corrida. Quem trabalha com gastronomia ou é um apreciador da arte, já deve ter ouvido falar em Slow Food, uma nova tendência para quem quer ter uma rotina alimentar mais saudável. De acordo com Sophie Deram, doutora da USP e coach em nutrição, em seu blog:Slow Food quer dizer comer devagar. O movimento prega o comer consciente e de maneira prazerosa, com qualidade”. Slow, em inglês significa “lento, devagar”, defendendo a forma de cozimento e apreciação da comida.

Ao contrário do que muita gente acredita, Slow Food não é uma tendência de culinária vegana e vegetariana, mas sim um movimento que propicia o regresso à forma de cozinhar mais antigas e caseiras. Porém, preparando a alimentação de uma forma mais saudável, com alimentos mais saudáveis, automaticamente você terá uma melhor qualidade de vida.

Na tradução literal do inglês, “slow food” significa “comer devagar” ou “comida lenta”. O termo não significa a velocidade com que nos alimentamos, mas sim que se diminua o ritmo na hora de comer, apreciando e dando o valor aos alimentos, cultivo, produtores defendendo o uso de produtos naturais, se opondo à prática da comida industrializada. Esse movimento traz consigo muitos benefícios à saúde, pois além do consumo de alimentos sem conservantes, agrotóxicos, corantes, que podem causar várias doenças, incluindo câncer, também auxilia no controle da ingestão de gorduras e açúcares.

Num momento onde muitas pessoas se preocupam com uma alimentação saudável, pela primeira vez, a ONU aprova uma resolução sobre gastronomia sustentável, criando o Dia Mundial da Gastronomia Sustentável, reconhecendo a relação entre a gastronomia e a sustentabilidade, assunto discutido no mundo todo nos dias atuais. A data que reconhece que a gastronomia ambientalmente responsável pode promover o desenvolvimento agrícola e a produção consciente de alimentos, além de fortalecer a conservação da biodiversidade e a segurança alimentar das comunidades. (Fonte: planalto.gov.br).

Outro benefício que a proposta Slow Food traz é que essas refeições sejam partilhadas não só com a família, mas também com os amigos. Essa convivência ajudaria a combater o estresse e a ansiedade, refletindo numa melhor qualidade de vida para todos. (Fonte: blog.verdelouroazeites.com.br)

Esse movimento foi criado pelo italiano Carlo Petrini, em 1986, e, atualmente está presente em mais de 150 países e conta com mais de 80 mil apoiadores. O princípio básico do movimento é o direito ao prazer da alimentação, utilizando produtos artesanais de qualidade especial, produzidos de forma que respeite tanto o meio ambiente quanto as pessoas responsáveis pela produção, os produtores. (Fonte: slowfoodbrasil.com).

“É inútil forçar os ritmos da vida. A arte de viver consiste em aprender a dar o devido tempo às coisas”. Carlo Petrini, fundador do Slow Food.

 

FOOD TRUCK NAS RUAS

WhatsApp: (11) 99004.3912

Tels: (11) 2384-1445 / 1446

E-mail: agencia@recriativi.com.br

Site: www.foodtrucknasruas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *